Amor é amor

Amor é amor

 Todos os dias nos chegam mensagens de apoio e incentivo à nossa relação. É tão reconfortante saber que estamos a fazer algo que realmente ajuda as pessoas que por receio de serem rejeitados pelos familiares e amigos, continuam nessa bolha, fechados e reservados, sem conseguirem demonstrar o que realmente são. Mas o que somos nós realmente? Somos humanos e, como qualquer outro ser humano, temos sentimentos. Eu percebo o medo que sentem em “saírem do armário” e viverem a vossa vida ao lado da pessoa que amam, porque eu também senti. Levei um tempo a aceitar-me, a tentar entender o que era essa atracção por mulheres e a pensar: o que raio se está a passar comigo? Mantive sempre as minhas relações em segredo, fechava-me e não falava sobre isso. Pior, arranjava desculpas e isso só me deixava deprimida.

Imagem

Depois conheci a Isabel, que já lidava facilmente com a situação pois já tinha o apoio de alguns familiares e amigos. O à vontade dela deixou-me confiante. Fez-se click na minha cabeça e, a partir daí, prometi a mim mesma que não ia fingir ser alguém que não sou! Já não estava em casa dos meus pais e talvez essa independência me tivesse dado força para lhes mostrar quem sou, caso eles vissem que eu já estava “dona de mim mesma” e a fazer a minha vida ao lado de quem amo. Confesso que não lhes disse no início porque não os queria “preocupar”. Não é que isso fosse uma preocupação, porque eu fazia a minha vida sem esconder nada, apenas não sentia necessidade de lhes contar. Afinal, uma pessoa heterossexual também não diz aos pais: mãe, pai, sou heterossexual!  Então eu perguntava-me: porque haveria de ter que contar a minha orientação sexual também?! Optei por ficar à espera que eles me perguntassem se eu namorava com a Isabel, pois bastaria responder afirmativamente e, claro, seria muito mais fácil para mim. Como essa pergunta nunca surgiu, mesmo depois da Isabel estar sempre presente em almoços de família, do meu lado, era sempre vista e tratada como uma amiga. Isso magoava-nos e, 2 anos depois de estar ao lado dela, decidi que era altura de dar eu o primeiro passo junto dos meus pais!Para a minha mãe foi um choque, o ambiente ficou pesado e tivemos várias semanas sem receber um telefonema dela. Esperei a iniciativa dela, não dei o braço a torcer porque afinal não tinha feito nada que justificasse esta ausência dela. Sofri, mas nunca lhe disse e sei que ela sofreu também. Sofri porque tinha receio de perder o contacto com os meus pais, mas começava a mentalizar-me para essa hipótese e se não me aceitam assim é porque não me amam.Ela ligou-me algum tempo depois. Estava tudo bem. Ela só precisava de tempo para perceber que, independentemente do que ela idealizou para mim, só quer que eu seja feliz e  foi aí que me senti, finalmente, livre! Livre para fazer a minha vida ao lado da Isabel, sem ter que estar preocupada com o que irão dizer ou pensar. Olhem à vontade. Estou apaixonada e não dá para esconder o amor que sinto por ela.
O amor vence sempre e, no passado dia 15, foi a prova disso mesmo!

E como amor é amor, estes são os amores de 4 patas que tanta alegria trazem aos nossos dias.
Foi uma sessão trabalhosa! Conseguir que estas duas patudas fiquem queitas não é fácil! Mas o Marco Carvalho ia captando os nossos melhores momentos, e é claro que não estamos a falar desta aqui ao lado, ehehe vejam as fotos em baixo!

Já agora, deixem o vosso like na página dele:
facebook.com/MarcoCarvalhoPhotographerAté breve,
​Daniela & Isabel

Imagem

Créditos Fotográficos: Marco Carvalho Photographer

11 comentários

  1. Vcs são umas fofas 🙂
    Ao ver a vossa história me da um frio na barriga e da vontade de logo pedir minha Carla em casamento haha.
    Desejo a vcs duas toda sorte do mundo..que sejam muito feliz ..
    E continuem postando vídeos…
    Adoro os ver ok
    Bjinhos

  2. admiro-vos imenso, pela vossa coragem de mostrarem ao mundo que se amam independente da opinião de alguns. infelizmente não tenho essa coragem. entrei num casamento heterossexual, há alguns anos e sino-me prisioneira, sem saber com sair… enfim opções erradas.
    desejo-vos muita paz e amor . agosto imenso de ler os vossos artigos.
    felicidades

  3. Q gd inspiração que vocês são!! Obrigada pela vossa coragem, parecem ser incríveis pessoas!! Felicidades Isabel e Daniela!! Beijinhos
    Continuem assim, é uma grande felicidade ver vós assim

  4. Nem sei o que dizer, a vossa força, o vosso amor, a vossa felicidade, era tudo o que mais queria com a minha namorada, já namoramos há 1 ano e nng sabe, eu queria dar esse passo, só as minhas irmãs e que sabem, mas os meus pais não sabem de nada! E acaba por ser mau para a relação, mentir, ocultar, acaba por dar problemas para mim, para a relação que tenho… E queria mm andar para ” a frente” , temos tido dificuldades em ultrapassar discussões, mas acabamos por ficar bem, mas lá está… Acaba por ser muito complicado, ela tem mais receio em contar aos pais… Eu queria ser mm feliz ao lado dela, daqui a uns 2 anos ir viver com ela, queria compor a minha vida 1o.
    Amo-a, e isso é o mais importante!

    Fora isso, por favor, continuem assim, com esse grande amor, dizer que inspiração, não chega mm, deixam me sem palavras!! Visitem Coimbra, por favor! Era mm gd alegria para nós ver vós!! Fora isso, um beijinho e continuem assim, parecem ser pessoas simples e humildes… Adoro isso..

    Obrigada meninas!!!

  5. (J’écris en français, désolé…) ces photos son vraiment maniphique et t’on histoire est vraiment trés belle, Isabelle je te confie le honneur de Daniela et j’espère que malgré notre mondes empli de préjugés vous ceré heureuse jusqu’à la fin des temp. Je vous adore, Bizou à toute les 2

  6. Primeiro que tudo parabens pelo post e por nos insporarem =) .
    Eu ja me assumi para mim propra e talvez algumas pessoas proximas de mim ja desconfiavm e desonfia que gosto de raparigas , si, eu gosto de raparigas e nao escondo isso pelo meos tento nao escinder ja falei com a minha mae sobre i isso ela diz que so me que ver felz e de certa forma me apoia , mas de contar ao meu pai tenho algum receio porque ele e contra a homosexualidade e tudo isso para ele e confuso . A verdade e que me apaixonei por uma rapariga a um ano e por me ter apaixonado por ela ezme acreditar mais em mim e no amor . Quanto a voces sabem que vos adoro e que sejam muito felizes que caminhem sempre juntas. um dia tem que vr a reguengos de mosaraz adorava conhecer-vos . bejinhos grandes

  7. Bom dia miúdas!
    Em 1º lugar quero de todo o coração vos desejar as maiores felicidades possíveis e impossíveis . Pois duas pessoas com o tamanho de coração que vocês têm e corajosas merecem tudo e mais alguma coisa…
    E em 2º tenho vos a agradecer por dividirem esse vosso amor connosco leitores.
    Pois eu ao fim de 20 anos depois de ter sido casada duas vezes do qual a única coisa que não me arrependo é de ter tido as minhas duas filhotas que hoje tem 24 e 18 anos as quais dão o maior apoio a mãe depois de esta ter assumido um relacionamento com uma mulher onde já la vai 3 anos (fez no dia 23/9). a qual tratam por mami 2 lol.
    Assim como tu Daniela também apos conhecer a minha mulher dei muita vez comigo a pensar: o que raio se esta a passar comigo, e que sentimento é este…
    Hoje digo que é um sentimento que eu nunca tinha sentido, AMAR E SER AMADA é dos melhores sentimentos que pode haver mesmo …
    Já vivemos juntas há 2 anos e 8 meses toda a família dela sabe de nós, mas eu perante a minha mãe e irmão ainda não me consegui “assumir” apesar de saber que eles não são “ parvos” e já perceberam ehehe , mas também sou sincera é para o lado que durmo melhor, assim como vocês as duas, também eu e a minha mulher fazemos a nossa vidinha normal como um CASAL .. Não ligando para o que dizem ou deixam de dizer ;)..
    E para finalizar este testamento tenho vos a dizer, que: se eu com 41 anos me assumo e hoje sou uma mulher completa e muito feliz com a pessoa que tenho ao lado, gostava de ver muitas mais por este mundo ganharem a tal coragem e serem felizes finalmente, porque viver numa mentira só nos mata por dentro , vivam a vida seja ela como for, mas vivam pois a vida é umas ferias que a morte nos dá. E seja em que idade for ainda vamos muito a tempo de ser felizes.
    Beijinhos miúdas desta vossa seguidora assídua e que vos deseja tudo de bom , e que venha esse bebé o mais breve possível pois tenho a certeza k ira ser muito amado e mimado.

  8. Eu ouvi a vossa entrevista na Fátima lopes e comecei a seguir vos é lindissimo o Bosso amor façam o fabor de serem felizes e numca percam essa vossa alegria vocês são maravilhosas obrigada por serem quem são beijinhos da Isabel

  9. Adorei a publicação! Infelizmente estou a passar pelo mesmo, ainda não tive coragem de contar aos meus pais. Mas eu sei que tenho de arranjar essa coragem e vão ter de me aceitar como sou.
    Muita força para vocês, de alguma forma ganhei um carinho por vocês depois de ler isto ❤

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: