Jardim Buddha Eden

Jardim Buddha Eden

Chegou agosto.
O mês do calor e o pior mês para ter férias: tudo caro e cheio de pessoas, mas foi a única opção para termos férias juntas este ano no verão. Normalmente, maio tem sido a nossa opção para férias perfeitas: nem frio nem calor, relativamente pouca gente, muita oferta e escolha quanto aos hotéis e, principalmente, bons preços. Nos últimos dois anos, para quem já nos conhecia nessa altura, sabe que fizemos viagens de carro durante 2 semanas por várias cidades entre Portugal, Espanha e França mas este ano, tendo em conta que retomei a licenciatura – e tínhamos outra prioridades (maternidade partilhada) – não deu para nos eventurarmos novamente.

 

Depois da notícia do aborto retido precisávamos de algum tempo só para nós, precisávamos de algum tempo para chorarmos e sofrermos tudo. Agora que recuperámos, estamos a aproveitar que a minha sogra está cá em Portugal para aproveitar este verão que se fez tímido durante algum tempo. Muito graças a todo o amor que nos une e o carinho que diariamente nos transmitem, estamos novamente a ganhar esperança e confiança para, daqui a uns meses, voltarmos com toda a força e fé do mundo!!!

Estamos a gravar partes dos nossos dias para publicarmos no YouTube um vlog das nossas férias. Subscrevam aqui para serem notificados quando sair o vídeo 🙂

Hoje fomos ao Jardim Bacalhôa Buddha Eden, no Bombarral, apenas a 45 min. de carro de Leiria. Já tinha lá ido com a Isabel 2 vezes, mas é sempre diferente porque estão em constante expansão e sempre com novas colecções pelos jardins. Para visitar o jardim o bilhete custou 5€ e desta vez comprámos também o bilhete de comboio, por mais 4€, para darmos a volta pelo parque todo. Tivemos lá a tarde toda e, se não fosse o calor e o cansaço, acho que tínhamos ficado mais tempo – pois, a boa vida também cansa, ehehe! 

Sou suspeita para falar, mas acho que casei com a mulher mais bonita do mundo. Esta princesa faz 26 aninhos dia 1 de setembro e é tão bom vê-la a sorrir ao longo destes últimos 4 anos juntas. Aqui estava a apontar para uma estátua de uma girafa. É muito feliz com tão pouco e isto é uma das muitas coisas que me fazem amá-la tanto.

Daniela

 

3 comentários

  1. Já falei algumas vezes por mensagem no insta, mas derivado a várias situações da vida, as quais não transmito, não demonstro tanto o que sinto e não digo o que queria ou da melhor forma.
    Admiro-vos por serem uma só, por serem únicas numa realidade em que a maioria dos casais não se valorizam, não se respeitam, não se amam, não remam contra a maré juntos, não teem valores, não são dignos de si. Admiro-vos por saberem amar, por sentirem a felicidade uma da outra, por se conhecerem num simples olhar, num simples sorriso. Admiro-vos ainda mais por nunca desistirem.
    Todos os dias penso “se um dia encontrar alguém que seja, nem que seja apenas um terço, do que vocês são uma para a outra, eu serei realmente feliz”. Digo isto porque já sofri muito, por ter vivido junta com alguém que não me soube respeitar, não me soube amar, não soube ser amiga muito menos namorada…tantas e tantas coisas…houve bons momentos claro, no início quando tudo parecia perfeito, até haver agreções. Não foram físicas, apesar das ameças (não regulares) mas sim psicológicas e verbais e acredito que chegam a doer mais que uma chapada, eu senti isso na pele, principalmente no coração e na mente. Fiquei completamente perdida, bem no abismo…se já ultrapassei passados cerca de 6 meses? Não…
    Deixando coisas destas para tras que não interessam…
    CONTINUEM ASSIM, FELIZES, AMADAS, LUTADORAS, SONHADORAS, CONQUISTADORAS!!! Desejo-vos as maiores felicidades e conquistas! ❤❤

    1. Olá kelly, entendo tão bem o que sentiu, e ainda sente. Pois estou vivendo, ou melhor sobrevivendo a algo muito parecido. Sou humilhada e reduzida a nada , sou agredida verbal e psicologicamente com tantas mentiras, que mesmo sabendo que é mentira, por vezes chego a perguntar a mim mesma se fiz aquilo, de tantas vezes que sou obrigada a ouvir. . Porque continuo nesta vida, talvez por estou só sem apoio de ninguém é pra proteger os meus parentes de futuras represálias, que eu sei que aconteceriam. Já pensei em acabar com a minha vida, mas sou cobarde… Admiro muito a Daniela e Isabel pelo Amor tão verdadeiro e genuíno que têm, neste momento são elas que fazem o meu dia a dia ter algum valor

  2. se há sitio onde gostaria de ir era ao Buddha Eden , deve ser lindo e é otimo para repor as energias 🙂
    lembro me de vocês na tvi , adorei imenso ver ( se estou em erro peço imensa desculpa)
    desejo vos o melhor , vou seguir o vosso blog atentamente ♡ O Olhar da Marina

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: