Prazer da Natureza

Prazer da Natureza

Desta vez rumamos a uma vila no norte de Portugal, o lugar mais a norte que estivemos juntas, Caminha. Caminha é uma vila no distrito de Viana do Castelo que faz fronteira com Espanha.

Decidimos explorar mais um bocadinho do nosso maravilhoso país e, onde achávamos que não havia nada a descobrir, eis que nos aparece um hotel: Prazer da Natureza.

O hotel Prazer da Natureza é mesmo isso, um prazer da natureza. Está localizado numa pequena aldeia, rodeado de campos e paisagens verdejantes.

É composto maioritariamente por villas, ideal para uma experiência mais acolhedora e igualmente ideal para famílias. As villas têm a favor o facto de terem sala e cozinha, bem como um pequeno jardim em volta, fazendo-nos lembrar o conforto de nossa casa.

Ficamos na Villa Superior T2 (podem consultar no site as várias Villas que o Prazer da Natureza tem para oferecer) e a nossa experiência não podia ter corrido melhor.

Chegadas à Villa, quisemos explorar tudo que o Prazer da Natureza tem para oferecer: mesmo em frente à Villa tem um parque para as crianças e a piscina exterior (nesta altura interdita por ser inverno), mais à frente está o spa composto pela piscina interior aquecida, jacuzzi, sauna, haloterapia, ginásio, banho turco e salas de tratamento.

Caminhando pelas diversas Villas que fazem parte do Prazer da Natureza, chegamos ao edifício principal, que tem a recepção, o restaurante e o bar.

Pesquisamos um bocadinho e, tendo em conta que estamos no meio da natureza, seria um tanto ou quanto difícil encontrar um restaurante para jantar. Sendo assim, decidimos jantar no restaurante do hotel. E que boa escolha que fizemos! Para além de termos sido presenteadas (nós e os diversos clientes que estavam presentes) por um aperitivo, todo o jantar foi composto por comida maravilhosa, fazendo justiça a toda a experiência até àquele momento.

Em conclusão: valeu a pena fazer cerca de 280 km e conhecer este Prazer da Natureza. Fomos muito bem recebidas e o staff foi extraordinário e muito simpático connosco.

As nossas meninas de 4 patas não puderam ir – os animais não são admitidos – mas ficaram em óptima companhia em casa da tia.

Daniela & Isabel

3 comentários

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: